1552

Prefeitura Municipal de Boa Nova

Pular para o conteúdo
Prefeitura Municipal de
Boa Nova


PLANO DE CONTIGÊNCIA COVID-19

Detalhe do Programa

Responsável

Manoel José Novais Reis

Descrição

APRESENTAÇÃO. Diante da emergência de Saúde Pública do novo Coronavírus (COVID19) e com base nas informações e recomendações disponibilizadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde (MS), a Secretaria Municipal de Saúde de Boa Nova, apresenta o plano Municipal de Contingência para enfrentamento do Vírus COVID-19. O presente documento foi elaborado pela secretária Municipal de Saúde responsável pela Pasta e Coordenação de Atenção Básica. Tem como finalidade instrumentalizar a equipe e serviços de Saúde da rede atenção a saúde Publica para implementações das ações adequadas, a fim de prestar todos os cuidados necessários aos pacientes e seus familiares com finalidade de reduzir os danos e complicações ocasionados pelo COVID 19 na população. Destaca-se que as medidas a serem adotadas serão consideradas de acordo aos níveis de resposta. (Nível de alerta, perigo eminente e emergência em saúde Pública). E níveis de atenção restritos aos riscos vigentes. Considerando as constantes atualizações disponibilizadas pela OMS e MS, este plano está sujeito a ajustes decorrentes de sua utilização e de acordo as mudanças observadas no cenário epidemiológico. OBJETIVO. Planejar estratégia para enfretamento ao COVID19. Objetivo Geral. Preparar a resposta Rápida e Coordenada para enfretamento do novo Coronavírus para município de Boa Nova. Objetivos Específicos. Coordenar as ações de Atenção Básica, vigilância epidemiológica, e Vigilância Sanitária para enfretamento da epidemia. Desenvolver estratégias e mecanismos de cooperação entre as áreas técnicas. Fortalecer a organização e a infraestrutura para enfretamento ao COVID19. Estabelecer estratégia de comunicação. Assegurar distribuição de materiais, conforme disponibilizados pelo MS, e pelo governo Municipal. Acompanhar as unidades de saúde da família. Fortalecer a organização, do comercio junto a secretaria municipal de administração, para conscientização do comercio local em geral, para prevenir a circulação do vírus. COVID19. Estabelecer Estratégias de Comunicação de Risco. Monitorar todos os indivíduos que chegarem de outra cidade onde tenha caso de COVID19, positivo.

Metas

AÇÕES. Logo após primeira reunião com todos os secretários e Coordenadores, o gestor municipal Baixou um Decreto Nº. 043/2020, em 23 de Março, onde foi sancionada, a suspenção de todos os serviços que não fossem considerados essenciais. - Suspensão das aulas até que seja normalizado a situação conforme orientação da OMS e MS. - Blitz Sanitária para controlar o fluxo das pessaos que entra e sai do município, - Visita da VISAM as representações religiosas para orientações, sobre a importância em controlar o fluxo das Igrejas, e comunidades locais, também orientados a importância em manter esses locais fechados até passar esse período critico. Do COVID19. - Implantação do Disk covid 19, uma linha exclusiva para monitoramento dos pacientes e tirar duvidas da população. - Contratação de profissional de enfermagem para demanda de visita e notificação exclusiva do COVID 19. - Carro de SOM com orientações a comunidade, sobre as medidas protetivas e a importância de ficar em casa. - Realizado blitz educativa na feria livre na cidade e no distrito de Valentim, com orientações e entrega de álcool gel a população. - Desinfecção dos locais onde ocorre a feira livre, e também do distrito. - Aquisição de Epis, para os profissionais de Saúde. - Distribuição de Epis, para todos os profissionais que estão atuando na blitz. - Distribuição de EPIS (Mascaras e luvas para secretarias que estão trabalhando internamente). - Campanha de Vacina influenza realizada no domicilio, para evitar aglomeração dos idosos nas vias públicas e unidades de Saúde. - Organização do fluxo das unidades para diminuir de atendimentos e aglomeração. - Organização das Unidades de Saúde baseado no Protocolo do Ministério da Saúde referente ao COVID19. VIGILÂNCIA EM SAÚDE - Fortalecer os serviços de Saúde para detecção, notificação, investigação e monitoramento de casos suspeitos, prováveis e confirmados de infecção pelo vírus COVID19. - Articulação com gestores e profissionais da rede de serviços públicos, para detecção de possíveis casos suspeitos nos serviços de saúde. - Estimular articulações intersetoriais no âmbito municipal para elaboração e execução dos planos para combate ao COVID19. - Articulação e integração com outros setores, envolvidos no enfretamento do vírus COVID19, e outros vírus respiratórios de interesse de saúde pública. - Promover reuniões com a equipe da área para debater questões especificas e apresentar subsídios para a tomada de decisão. - Promover e realizar capacitação para profissionais de saúde da rede para enfretamento ao COVID19. - Divulgar materiais contendo orientações sobre as medidas preventivas que devemos tomar para prevenção e precaução ao COVID19. - Articulação e realização de reuniões com outros setores para alinharmos os conhecimentos e juntos buscarmos estratégias para combate ao COVID19. - Articulações e realizações de Reuniões com representantes dos conselhos e representante da sociedade Civil, para envolvimento nas ações de prevenção e controle do vírus COVID09, e outros vírus de interesse de saúde Publica. - Realização de webs palestras para profissionais de saúde por intermédio de tele saúde. - Articulação com a Unidade de Saúde Hospitalar Prado Valadares em Jequié, para previ Comunicação de encaminhamento dos pacientes que apresentar dificuldade respiratória e necessitar de internamento hospitalar. - Reforçar importância da notificação imediata e investigação de casos suspeitos prováveis. - Intensificar nas ações de prevenção junto com toda equipe de saúde e demais setores, para que posamos oferecer segurança e tranquilidade para população no intuito de diminuir o pânico, das pessoas por conta do COVID19. - Monitoramento e acompanhamento em domicilio dos casos suspeitos de COVID 19. - Orientações e precauções que pacientes e familiares devem tomar em sua residência caso necessita realizar isolamento domiciliar. - Em pacientes que não tem necessidade de internamento hospitalar. - Articulação com a DIRES, regional para a disponibilização regular e assistemática dos KITS, de coleta de material biológico para diagnostico, com os pacientes que se enquadra no perfil para coleta. - Monitorar os resultados de diagnósticos laboratoriais para infecção humana pelo novo Coronavírus. E outros Vírus Respiratórios. - Divulgação e recomendações de ações de proteção para serviços de saúde e população em geral. - A equipe da unidade de saúde da Família devera realizar investigação de casos de infecção pelo COVID19, e realizar os procedimentos necessários para monitoramentos dos mesmos. - Articulação com os profissionais de Segurança pública, para garantir que os decretos sejam cumpridos de forma eficaz. - Monitoramento dos estabelecimentos de Saúde, para garantir o controle de infecção dos mesmos. - Organização da unidade de Saúde da família, com uma sala exclusiva para atendimentos as demandas de pacientes com síndrome Gripal e sintomas do COVID19. - Para evitar que esse paciente fique transitando pela unidade, e também uma forma de proteger os profissionais para contato direto com os mesmos. VISAM (Vigilância Sanitária Municipal) - Realizar Blitz Sanitária, para controlar o fluxo de quem entra e sai da Cidade. - Notificar as pessoas que vinheram de área que tem COVID19, confirmados. - Disponibilizar panfletos informativos, para viajantes sobre prevenção e controle a infecção COVID19. - Disponibilizar informações e orientações nos protocolos da VISAM. - Orientação a comunidade através de blits informativas. - Intensificar e agilizar a comunicação com Vigilância Epidemiológica/ sobre o cronograma de chegada de pessoas de outros estados ou municípios, que tem COVID19 confirmados. ATENÇÃO EM SAÚDE - Ordenar a rede de atenção para atendimentos aos casos de COVID19, de acordo com nível de complexidade apresentada. - Definição de hospital de referência, para atendimentos de casos graves. - Apoiar e orientar sobre as medidas de prevenção e controle para o vírus COVID19. - Implantação do protocolo de manejo clinico na rede de atenção á saúde (Primaria). - Elaboração e implantação do fluxo para itinerário do paciente que for classificado como suspeitos do COVID19. - Coleta de amostra de secreções respiratórias para exame laboratorial conforme orientação do LACEN-BA, e liberação da Regional. - Ação integrada com o sistema de regulação da atenção á saúde, com visitas adequadas e oportuna transferência dos pacientes, de acordo com o nível de complexidade do caso. - Estabelecer como rotina, utilização de equipamentos, de proteção individual (precaução de contato, respiratório) por trabalhadores de acordo com as normas já estabelecidas. Quando estiver o contato com pacientes sintomáticos. - Implementação de medidas de limpeza das unidades de saúde duas vezes ao dia, com água sanitária ou hipoclorito para prevenção a contaminação do COVID19. - Atualizar e adequar logística de controle, conforme disponibilidade do município, para atender a atual demanda. - Comunicação imediata de casos. Para equipe atuar juntos nos monitoramentos dos pacientes. - Preenchimentos das informações dos casos suspeitos, prováveis ou confirmados no sistema de notificação e investigação disponibilizado pelo MS. Importante prévio alinhamento com a unidade de Referência. - Monitoramento dos casos em domicilio, sem indicação de internamento hospitalar. COMUNICAÇÃO - Apoio à vigilância epidemiológica, para divulgação de prevenção ao COVID19. - Estabelecimento de parcerias com a rede de comunicação pública, (rádios /carro de Som/ e orientações a população). - Elaboração e distribuição de Materiais informativo-educativos sobre COVID19. - Disponibilizar boletim informativo diariamente a população. - Atualizar as informações sobre o COVID19, no sistema diariamente. GESTÃO - Promover ações integradas entre vigilância à saúde, assistência entre outros. - Sensibilizar a rede de serviços de atenção. - Apresentar a situação epidemiológica, sempre que necessário, nas reuniões de Conselho de saúde entre outras instâncias. - Manter acessíveis todos os documentos técnicos (protocolos, manuais, guias, notas técnicas) para os profissionais serviços de saúde. - Instruir o comitê gestor, sobre todas as medidas de prevenção para juntos alinharmos as informações para serem transmitidas para população.

Indicadores

SERVIÇO MÓVEL DE TRANSFERÊNCIA DOS PACIENTES PARA HOSPITAL PRADO VALADARES. O Município de Boa nova tem em média 15 mil habitantes, temos uma Unidade Básica de Saúde que funcionam 24 horas em regime de plantão. E os pacientes que necessitam de internamento hospitalar, são encaminhados para o Hospital Prado Valadares em Jequié que é a unidade de referencia desse município. Podemos também chamar o atendimento, Assistencial aos pacientes que necessitam do serviço para transportar de sua residência até a unidade de saúde, para prestar os primeiros socorros, e posteriormente encaminhar para sua unidade de referencia caso aja necessidade. ORIENTAÇÕES Nos casos em que o usuário acionar o serviço, relatando queixas a síndrome gripal as unidades de saúde conta com um serviço de atendimento móvel via. Whatsapp para prestar todas as orientações possíveis como forma de proteger tanto o paciente, quanto a unidade e a equipe de saúde. Serão prestadas todas as orientações em caso de necessidade o paciente será atendido pelo medico da unidade através da tele mensagem. Após o atendimento e a aplicação do protocolo, em situação que se caracterize como necessidade de atendimento presencial ou hospitalar o mesmo será encaminhado para unidade de referência com aviso prévio, para equipe que ira receber o paciente. Nos casos sem gravidade clinica os pacientes poderá ser classificados como VERDE, e o paciente ser orientado a permanecer em sua residência em um quarto individual, onde o ambiente, devera estar arejado, ventilado e bem higienizado. Nos casos da gravidade Clinica, será realizado atendimento individualizado e classificado como AMARELO ou VERMELHO. O médico que realizar o atendimento deverá decidir se o paciente necessita ser encaminhado para uma unidade hospitalar, ou se poderá ser encaminhado para isolamento Social domiciliar caso o paciente não apresenta, dificuldade respiratória Grave. A notificação do caso suspeito deverá ser feita pelas unidades saúde, e encaminhado imediatamente para equipe Gestora de atenção Básica. No caso do atendimento presencial do paciente com suspeita de infecção humana pelo Novo Corona vírus (COVID 19). Devem ser utilizadas as seguintes medidas. Disponibilizar mascara cirúrgica para o paciente e acompanhante. Disponibilizar os EPIs (óculos, Máscara cirúrgica, avental e luvas de procedimentos). Realizar a higiene das mãos e orientar os pacientes e acompanhantes quanto a sua importância em realizar essa higienização com agua e sabão a cada duas horas. Em caso de transferência manter as janelas da ambulância aberta para circulação do ar durante o transporte do paciente. Limpar e desinfetar todas as superfícies internas após a realização do atendimento. Utilização do Álcool a 70%, hipoclorito de sódio ou outro desinfetante indicado para este fim. REDE DE REFERÊNCIA As pessoas consideradas suspeita são aquelas que apresentam nos critérios clínicos e epidemiológicos estabelecidos pelo MS e OMS, estas serão atendidas nos diferentes pontos de atenção a rede assistencial de saúde do município. E podem ter como primeiro acesso os seguintes equipamentos Unidades de Saúde da Família Unidade Básica de Saúde E serviço de atenção Domiciliar aos casos monitorados. E encaminhamentos para unidade Hospitalar de referência.

Resultados

Informação Adicional

FLUXO DE ATENDIMENTO Todas as unidades de Saúde da família do Município tem uma sala de triagem para atendimento do Paciente que apresente sintomas do COVID19. Em caso de necessidade para encaminhado a unidade hospitalar será acionada uma ambulância para transportar o mesmo para Hospital Prado Valadares em Jequié (unidade de Referência). Os demais pacientes que não for necessário internamento hospitalar devera ser acompanhado em seu domicilio, caso aja alguma alteração do quadro clinico o paciente será avaliado pela equipe de Saúde, e tomado todas as medidas para assegurar o mesmo o atendimento adequado. É importante destacar que todos os casos classificados como vermelho será enviado imediatamente para unidade hospitalar de referencia com aviso prévio do encaminhamento. Ressaltamos que o município de Boa nova não dispõe de unidade hospitalar. E por isso os casos amarelo e Vermelho serão encaminhados para unidade de referência HGPV. Serviço de referência para realização do exame diagnostico COVID 19. O diagnostico laboratorial está centralizado LACEN/BA. Devido à complexidade da metodologia. Os Kits para testagem dos vírus serão solicitado a Polo Regional conforme necessidade do município aos pacientes que se enquadra em todos os perfis do sintoma de COVID19.